Músico. Cantor. Compositor

ALMA SÓ

LANÇAMENTO DIA 18 DE SETEMBRO

Matheus Nicolau lança seu terceiro álbum com reflexões sobre a pandemia, o isolamento e a humanidade.

Longe das mensagens positivas e da crença na bonança após a tempestade, Matheus Nicolau lança seu terceiro álbum retratando a solidão do tempo presente e a urgência da vida escancaradamente finita. Com poucos acenos para um futuro melhor, o disco inicia com certa esperança na vida em novas cores após a pandemia, mas deságua em pessimismo e descrença na transformação da humanidade, evidenciando as mazelas de um mundo doente.

Solitário ao piano, Nicolau realizou a gravação em casa, na penumbra de uma sala vazia acompanhado somente por algumas doses de whisky. O álbum também ganhou registro visual que será lançado na íntegra no canal do artista no YouTube. O projeto contemplado no Edital Cultura Presente nas Redes, da SECEC-RJ (Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro), foi inicialmente pensado como um EP, mas o processo criativo resultou em um álbum com 10 faixas inéditas.

 

Matheus Nicolau é músico, cantor e compositor. Seus trabalhos anteriores indicavam uma veia romântica, que fica um pouco de lado nesse novo projeto. As canções de Alma Só traçam uma rota para as reflexões que o tempo de pandemia sugere. Músicas que falam sobre autoconhecimento, saudade, a imprevisibilidade da vida, a humanidade e seu possível fim. O álbum não oferece alento, causa desconforto e entrega provocações.

Download - Fotos de Divulgação
 

Ficha Técnica

Matheus Nicolau - Piano e Voz

Mixagem e Masterização - Renato Arpoador

Imagens - Eduardo Hypólito e Felício

Direção de Fotografia - Eduardo Hypólito

Edição - Matheus Nicolau

Todas as faixas são composições de Matheus Nicolau

Alma Só (1ª faixa) em parceira com Cíntia Barreto

Faça parte da nossa lista de emails

© 2020 por Matheus Nicolau